Neste fim de semana, 9º FACE tem atrações para todos os públicos

Escrito por em 07/11/2020

As artes cênicas nos transportam para outros mundos, cheios de magia, encantamento e inquietações, capazes de acolher todos os públicos – inclusive os bebês. Na programação do 9º Festival de Artes Cênicas de Bauru (FACE), esse público também será contemplado com atrações que unem inventividade e novas abordagens cênicas.

O 9º FACE abre o fim de semana com segunda atração internacional da programação desse ano, no sábado (7/11), às 16 horas. Diretamente da Noruega, o grupo Karstein Solli Productions traz para o público do festival o espetáculo StemmeStammen. O nome do espetáculo tem origem em uma palavra norueguesa, na qual “stemme” significa voz e “stammen” significa tronco de árvore ou estar situado no meio de uma tribo. Durante a apresentação, serão explorados a voz e o movimento com um grupo de 4 performers experientes em canto, dança e teatro. Com um processo criativo focado em cores e sons, a obra é de teatro para bebês.

Após a apresentação haverá um bate-papo sobre os procedimentos artísticos com o diretor do grupo norueguês, o artista performático Karstein Solli. Karstein é diretor artístico do Seanse – centro de produção cultural da Universidade de Volda, Noruega, e professor da Escola de Dança Contemporânea de Oslo.

Ainda no sábado (7/11), às 20 horas, diretamente do palco do Teatro Municipal de Bauru, será transmitido o espetáculo Poesia e Melodia (Work in Progress), por Samuel de Assis, da Não Cia de Teatro (São Paulo-SP). Neste trabalho, o artista compõe um retrato artístico-social do grito de amor extraído das gargantas de corpos negros contemporâneos. Durante a encenação o público acompanhará a trajetória amorosa de um personagem cuja dramaturgia é composta por um compilado de poesias vindas de afrodescendentes do Brasil inteiro, como Regina Luz, Jonathan Raimundo, dentre outros.

Domingo: bauruenses sobem ao palco

Dando prosseguimento à programação artística do 9º FACE, no domingo (8/11) o público poderá conferir toda a riqueza da diversidade cultural de Bauru, com trabalhos que, além do resgate da história da cidade, ainda exploram temas como cultura indígena e a construção da identidade.

Domingo (8/11), a programação será aberta por Mariza Basso Formas Animadas, às 16 horas, com o espetáculo A Dança da Ema – Kohixoti Kipaé. A artista conta que esse trabalho surgiu após mais de seis meses de pesquisa na Aldeia Kopenoti em Avaí com a família Sebastião e assessoria do Terena Irineu Nje’a. Estreado em 2019, neste projeto, além do Mito sobre a criação do mundo, segundo a cultura indígena, também são retratos momentos históricos como: O Exiva, fuga para o Mato Grosso do Sul, a Guerra do Paraguai e a chegada na Aldeia kopenoti em Avaí.

E, encerrando a programação do fim de semana, às 20 horas, sobem ao palco os bailarinos da Sigma Cia de Dança (Bauru-SP), com o espetáculo INNER SPACE, sob a direção de Gabriel Woelke. Neste trabalho, utilizando técnicas de dança contemporânea, os bailarinos irão explorar o conceito de tempo e espaço e a relação afetiva com o nosso “eu” interno e o externo.

Serviço

A programação deste final de semana do 9º FACE é aberta no sábado (7/11), às 16 horas, com StemmeStammen (Karstein Solli Productions – Noruega). Na mesma data, às 20 horas, Samuel de Assis, da Não Cia de Teatro (São Paulo-SP), apresenta Melodias. Já no domingo (8/11), as atrações começam às 16 horas, com A Dança da Ema – Kohixoti Kipaé, por Mariza Basso Formas Animadas (Bauru-SP). E, encerrando a programação do fim de semana, às 20 horas, a Sigma Cia de Dança (Bauru-SP) com o espetáculo de dança INNER SPACE. Tanto a última atração quanto Samuel de Assis, irão ser apresentadas no palco do Teatro Municipal de Bauru com transmissão ao vivo no canal oficial do festival no youtube: FACE Bauru.

Crédito: Bianca Miraglia/Divulgação


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]