Obra com recursos públicos mais atrasada no Estado de São Paulo é de Bauru

Escrito por em 28/08/2020

Obra com utilização de recursos públicos mais atrasada em todo o Estado de São Paulo, de acordo com informações do Painel de Obras do Tribunal de Contas do Estado, a estrutura onde deveria estar funcionando a escola municipal Vera Lucia Pereira Arlindo, será derrubada.

A obra contratada em 2002, deveria ter ficado pronta em 2003 e era para ser a maior unidade de ensino de Bauru. Contratada por pouco mais de HUM MILHÃO E MEIO DE REAIS, a construtora Prudesan Engenharia, recebeu 900 MIL REAIS, antes de paralisar o serviço. A construção foi totalmente abandonada em 2006 e, hoje, está tomada pelo mato.

De acordo com a secretária de educação, Isabel Miziara, um processo de licitação será aberto para contratação de empresa de demolição da atual estrutura.

Um laudo pericial apresentado em 2007, apontou que a extensão dos danos causados na construção, levava a estrutura localizada no Núcleo Isaura Pitta Garms, ao caminho da demolição como o mais viável tanto na parte estrutural, quanto na financeira.

Dados do Painel do TCE com números do primeiro quadrimestre deste ano, apontam a existência de 1.309 obras atrasadas ou paralisadas no Estado, com utilização de quase 49 BILHÕES DE REAIS de recursos públicos. Em Bauru, quatro obras aparecem no relatório.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]