Operação da ETE custará em torno de 25 milhões de reais por ano

Escrito por em 16/03/2021

A operação da Estação de Tratamento de Esgoto de Bauru, quando pronta, deverá custar ao Departamento de Água e Esgoto, cerca de 25 MILHÕES DE REAIS, por ano. A afirmação foi feita pelo ex-presidente da autarquia, o arquiteto Eliseu Areco Neto, em recente entrevista concedida à TV Câmara de Bauru. Mesmo sem uma data confirmada para a entrega da ETE Vargem Limpa, existem vários questionamentos sobre a estrutura do DAE, para operar a estação.
Confira mais informações com o repórter Emerson Luiz.

Especialistas ouvidos pela reportagem, apontam a necessidade de uma nova Lei permitindo a utilização dos recursos existentes no caixa do DAE, para o custeio da ETE. Em relação ao custo mensal de operação da estação, seriam necessários, cerca de 2 MILHÕES E 100 MIL REAIS mensais. No mês de fevereiro, o DAE arrecadou com a tarifa do Fundo de Tratamento de Esgoto, pouco mais de 445 MIL REAIS.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]