Outro lado: além do aumento no preço do combustível, queda na produção pode causar escassez

Escrito por em 29/10/2021

Os motoristas do Brasil estão acompanhado em desespero o aumento do preço dos combustíveis nos últimos meses. Só nesta semana, a Petrobras anunciou novos reajustes do diesel e da gasolina nas refinarias. Os novos valores passaram a valer na última terça-feira (26) e, assim a gasolina já soma alta de 73% no ano e o diesel, mais de 65%.

Mas, para saber por que a conta está pesando mais no bolso do consumidor, é preciso entender como é feita a composição dos preços, e principalmente, levar em conta as mudanças de consumo provocadas pela pandemia da Covid-19.

O gerente de uma rede de postos, Vitor Augusto Carvalho Silva, comenta as principais justificativas:

Ainda de acordo com Vitor Augusto, o diesel na base em Bauru já está com o estoque zerado, sendo necessária a retirada do produto em Barueri.   Acompanhe o relato do gerente:

Com a forte alta do barril de petróleo no mercado internacional e o dólar cada vez mais valorizado, a tendência é que o combustível sofra novos reajustes e pese ainda mais no bolso dos brasileiros.

Foto: Reprodução/bbc


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]