Pandemia altera planos do governo do Estado sobre concessão de aeroportos estaduais

Escrito por em 21/09/2020

A pandemia do Covid-19 alterou os planos do governo do Estado, que tinha previsão de publicação do edital de concessão dos aeroportos estaduais, administrados pelo DAESP (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), até o final do mês de agosto, com a realização do leilão, em dezembro deste ano e, a assinatura do contrato para o início do ano que vem. Dos 22 aeroportos ainda sob administração estadual, nove possuem serviços de aviação comercial regular, entre eles, o aeroporto Moussa Tobias de Bauru e, outros 13 são destinados apenas a modalidade executiva. Outras informações com Emerson Luiz.

A outorga mínima proposta pelo governo do Estado pra o lote Noroeste, com 13 aeroportos, é de 18 MILHÕES E 600 MIL REAIS, enquanto para o lote Sudeste, composto por nove unidades, incluindo o Moussa Tobias, o valor mínimo a ser pago é de 9 MILHÕES E 400 MIL REAIS.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]