Presidente da Cohab afirma que pandemia atrasou processo de fechamento da Companhia

Por on 9 de julho de 2020

O fechamento da Cohab Bauru, anunciado pelo prefeito Gazzetta em dezembro do ano passado, não acontecerá no prazo de 18 meses, definido pela administração. Quase SETE meses depois do anúncio, das quatro medidas anunciadas para o fechamento da empresa – acordo com a Caixa pela divida do FGTS, demissão dos funcionários, venda da carteira de mutuários e a venda dos imóveis da companhia para o abatimento de dívidas – apenas a demissão de funcionários foi iniciada até o momento. De acordo com o presidente da Cohab, Arildo Lima Junior, a pandemia do novo Coronavírus, acabou prejudicando a agenda preparada para o fechamento da empresa.

No portal da transparência, é possível conferir as informações da folha de pagamento da Cohab. Apesar de registrar prejuízos há vários anos, os salários pagos pela companhia são, no geral, acima do mercado. O valor do menor salário pago pela Companhia, é para um funcionário no cargo de auxiliar administrativo, que recebeu bruto no último pagamento, R$ 2.051,53. Também, são pagas remunerações no valor de R$ 1.599,19, para OITO conselheiros. A empresa também paga auxílio creche à alguns funcionários, com valores variando entre R$ 486,59 e R$ 1.382,00.


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Continue lendo

Current track
Title
Artist

Background