Para Meira, corte de árvores da Praça Portugal está amparado nas leis

Escrito por em 21/09/2021

Repercutiu na sessão da Câmara Municipal de Bauru desta segunda-feira a paralisação, por determinação judicial, das obras da Praça Portugal, onde foram suprimidas 51 árvores. A decisão da Justiça foi no sentido de interromper qualquer modificação na Praça até que a promotoria de urbanismo faça um estudo do caso e apresente um parecer. Coronel Meira argumenta que fez um levantamento da legislação municipal e constatou que o corte das árvores está amparado legalmente.

Já as vereadoras Chiara Ranieri e Estela Almagro ponderaram que estando dentro da legalidade, o corte precisava ter sido debatido com a população. Outros parlamentares argumentam que já que as árvores já foram derrubadas, que se finalize as obras.


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   21/09/2021 em 08:48

    oba oba de meia dúzia de desocupados junto com alguns sindicatos que estão mais preocupados em atacar o governo municipal e a prefeita do que com as arvores.

  2. Maria Madalena reghinu   Em   21/09/2021 em 09:02

    Meu Deus que pena Bauru estar nesta situação, justificativas absurdas vem de quem menos esperamos, que decepcao, é muito triste

  3. Adilson Rodrigues   Em   21/09/2021 em 11:04

    Como pode, está vereadora do PT apenas pensa em Política, está claro que só está fazendo isto em repreensão a Prefeita que apoia o Presidente, e lamentável.

  4. André Cunha   Em   21/09/2021 em 14:45

    pessoas do assentamento ao lado do cemitério Cristo Reis estão revezando na praça Portugal, engraçado que estão vivendo em condições sub-humanas, vivendo entre esgoto, sujeira, perigo de incêndios, mas estão preocupados com as arvores da zona sul , um tanto intrigante não ?!

  5. Marcos Pereira   Em   21/09/2021 em 15:31

    Eu acho que é apenas para ir contra a Prefeita,
    Se estive preocupados com o árvore 🌳🌳🌳
    Tem espaço sem nenhuma delas ,exemplo a própria avenida comendador da quadra 9 até o recinto tem uma ou duas árvore 🌳,
    Faça um favor deixa de mi-mi-mi plate algumas em meio às avenidas de Bauru,
    Pare de querer travar o andar da carruagem.
    Já derrubou, agora exija que plante é cuidem onde não tem ,saia de moto pelas ruas de Bauru num dia como hoje 39 graus e vai ver que prescisa de muitas árvores em muito pontos de Bauru ,e onde plantar vai fazer efeito positivo no planeta , não somente na zona sul …

  6. Cosme Cipriano   Em   21/09/2021 em 17:23

    Bauru é o retrato do conhecimento que o povo tem a respeito dos 3 poderes… Ainda sobre o ocorrido na Praça Portugal, o que se pode observar são dois ERROS CRASSO: O primeiro cometido pelo EXECUTIVO. Major Meira alega que não houve ilegalidade nem descomprometido das leis na execução das atividades de retirada das árvores, porém o erro e lá atrás: por se tratar de um bem público é dever do Executivo consultar todos órgãos competentes e a opinião pública, antes de se descaracterizar um patrimônio da cidade. Não pode ser uma decisão unilateral. O outro ERRO será de responsabilidade do Legislativo: O Vereador alega que, ” Já cortou mesmo – agora deixa terminar”. Se a Câmara não apurar as devidas responsabilidades isso abrirá precedentes para que a EXCEÇÃO VIRE REGRA. Não é papel do Legislativo fazer vista grossa para ações do Executivo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]