Passou o Natal: vamos refletir sobre 2020?

Por on 26 de dezembro de 2019

O tão esperado Natal ficou para trás e agora é de focar o ano de 2020. Sem dúvida este ambiente de fim de ano é uma mistura de ansiedade, descanso, realizações e reflexões.

Fiquemos no campo das reflexões. A sociedade de consumo em que estamos inseridos nos força a pedalar para não deixar a bicicleta cair. Poucos possuem habilidades para mantê-la em pé, parada, por muito tempo.

O pedalar aqui, se não for bem entendido, pode indicar que somos forçados a andar sem parar. No mundo dos negócios em particular, se não tomarmos os devidos cuidados, seremos induzidos a cada vez mais correr atrás dos resultados, tendo como objetivo ampliar as posses, imaginando melhoria na qualidade de vida, porém, corremos o risco de sequer usufruir dos bens conquistados.

A reflexão principal é: quais são os motivadores que trabalharei para ter um 2020 melhor? Quais indicadores que pretendo estabelecer para que o resultado final seja a combinação de criação de valor e aumento na qualidade de vida?

No âmbito da economia é possível prever um ano melhor, projetando pelo menos o dobro do desempenho de 2019. Isso por si só não será suficiente se não soubermos exatamente aonde queremos chegar. Afinal o que efetivamente queremos? Será que seremos capazes de harmonizar o trabalho, a família, os amigos e espiritual?

Na prática é preciso dosar a velocidade das coisas. Focar nas metas profissionais é fundamental, garantindo bons retornos financeiros, mas isso deve vir acompanhado de um olhar prioritário para a família e amigos. O espiritual fornecerá a força e equilíbrio necessários para fortalecer nossa caminhada.

Não são tarefas fáceis e o caminho mais comum é prometer, prometer, e quando vem a rotina, esmorecer. Este comportamento é para os fracos.

Por sinal o calendário é sábio: todos os anos nos preparamos para o novo ano, sempre buscando renovar nossas expectativas e propósitos.

Trace poucas, mas importantes metas. Compartilhe com seus familiares suas intenções. Estabeleça uma rotina em que seja possível garantir um mínimo de qualidade de vida.

Optando por acumular riqueza, que este acúmulo tenha limites, e que, dentro do senso coletivo, tenha tempo para promover o bem-estar da comunidade em que vive.

Considerando que o racional nos remete a fixação de metas econômicas e financeiras, que ao menos o emocional nos traga para realidade, que indica vida harmoniosa em família, com os amigos, sempre com o importante tempero do espiritual.

O Natal passou, mas o a mensagem que ele nos trouxe não pode ser em vão. Vale refletir sobre seus propósitos em 2020!


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background