Polícia identifica homem como autor de ofensas racistas à prefeita eleita em Bauru

Escrito por em 03/12/2020

A Polícia Civil de Bauru identificou a pessoa suspeita de escrever nas redes sociais e em um grupo de whatsapp, comentários racistas e preconceituosos contra a prefeita eleita Suellen Rosim.

De acordo com o delegado Eduardo Herrera, responsável pelo caso, foram três dias de investigações e na tarde de quarta-feira (2), o suspeito, um homem negro de 37 anos, compareceu à delegacia para prestar depoimento. A princípio ele negou as acusações, mas diante de algumas provas apresentadas pela polícia, ele acabou confessando o ato. O nome do acusado não foi revelado pela polícia.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito disse que não tinha a intenção de ofender Suellen, mas sim iniciar uma discussão sobre a possibilidade de uma mulher negra assumir a prefeitura da cidade. O delegado contou detalhes do depoimento. Vamos ouvir:

Segundo o delegado, os trabalhos de investigações continuam e se condenado, o acusado pode pegar até 4 anos de prisão por injúria e falsidade. Por enquanto, não há indícios de que esse caso esteja ligado ao e-mail recebido pelo partido da prefeita eleita, onde Suéllen recebeu ameaças de morte.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]