PPP do Lixo é protocolada no Legislativo com promessa de muitas discussões para próximas semanas

Escrito por em 12/04/2022

Expectativa de muita discussão nas próximas reuniões das comissões internas do Legislativo, por conta do projeto da ‘PPP do Lixo’ que deu entrada na Câmara Municipal na sessão desta segunda-feira. Embora o assunto esteja sendo discutido desde 2018, não há consenso no modelo de concessão.

Nesta segunda-feira, o vereador Benedito Roberto Meira criticou o teor do projeto, que trata apenas da destinação final do lixo. Ainda segundo Coronel Meira, o projeto foi apresentado por imposição da Caixa Econômica Federal.

O anúncio da parceria entre o município e a Caixa foi feito em junho de 2018, através de assessoramento técnico para elaboração de Parceria Público Privada incluindo a tecnologia e o custeio para o tratamento do lixo. À época, o custo dessa tecnologia era de TRÊS MILHÕES E 700 MIL REAIS, pagos pelo banco federal, desde que o projeto seja implantado integralmente. Caso contrário, o município deve devolver esses valores ao banco federal.

No final do ano passado, vereadores rejeitaram em sessão extraordinária, projeto do executivo que pretendia criar a ‘taxa do lixo’.

Leia mais:

  • VEREADORES REJEITAM PROJETO DA TAXA DO LIXO E APROVAM ABONO AOS PROFESSORES
  • CÂMARA CRITICA ENVIO DE PROJETO DA TAXA DE LIXO SEM DEFINIÇÃO SOBRE PPP DO LIXO

  • Opnião dos Leitores

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



    [Nenhuma estação de rádio na Base de dados]