Prefeitura anuncia contratação emergencial para recolher o lixo durante greve

Escrito por em 25/07/2022

A Prefeitura de Bauru autorizou, nesta segunda-feira (25/07), em regime emergencial, a contratação de empresa privada terceirizada para o recolhimento do lixo domiciliar em Bauru.

O anúncio foi feito no início da tarde desta segunda-feira (25), numa entrevista coletiva com a presença da prefeita Suéllen Rosin e do presidente da Emdurb, Éverson Demarchi. O edital será publicado nos próximos dias e o serviço será prestado durante a greve dos servidores da empresa municipal.

Bauru entra na segunda semana da greve dos servidores da Emdurb, canalizada no serviço de coleta de lixo. Os funcionários querem equiparação no valor vale-alimentação em R$ 1 mil mensais, concedidos recentemente a servidores de órgãos da chamada administração direta, no caso, Departamento de Água e Esgoto (DAE), Fundação de Previdência dos Municipiários (Funprev) e demais setores da Prefeitura.

Audiência realizada semana passada no Tribunal Regional do Trabalho da décima-quinta região determinou que 55% do efetivo de coletores estivesse nas ruas. O restante do trabalho, durante a greve, ficaria a cargo da empresa a ser contratada emergencialmente.

No fim de semana, uma ação emergencial foi realizada pela prefeitura. Entretanto, a iniciativa foi alvo de críticas tanto por parte do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserm) quanto por representantes do Sindicato dos Transportadores (Sindtran), com denúncias tanto por transporte irregular de mão-de-obra quanto despejo de lixo de forma e áreas inadequadas.


Opnião dos Leitores
  1. nelson monteiro   Em   25/07/2022 em 17:58

    Tem que aproveitar o ensejo e tirar a coleta de lixoda emdurb e passar para a iniciativa privada pelo menos assim a prefeitura não tem que fincar injetando dinheiro nessa empresa falida, e muito menos ficar comprando caminhões para aa coleta de lixo, se o caminhão quebrar o problema seria da empresa privada, a emdurb cuidaria do sistema viário, cemitérios, terminal rodoviário e o aero clube, que também poderia ser passado para a iniciativa privada via pp.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]