Prefeitura quer vender área que seria destinada à construção de 500 casas populares

Escrito por em 14/07/2021

Depois de ser informado de que a prefeitura deseja vender uma área na região da Quinta da Bela Olinda, o vereador Manoel Losila lembrou o Poder Executivo de que a administração anterior já teria empenhado a gleba em um convênio com Estado para a construção de até 500 moradias populares. O acordo com o Estado foi assinado pela gestão do ex-prefeito Clodaldo Gazzetta em junho do ano passado, aderindo ao programa Nossa Casa – Apoio Social. Na época, a Prefeitura regularizou a área, aprovou estudo técnico junto ao Estado e a lei de desafetação, que é a liberação da área para uso habitacional. Caso a área seja vendida, Manoel Losila pede que, ao menos, haja investimentos em infraestrutura na região.

A prefeitura já confirmou que a área vai ser incluída no pacote de áreas públicas ociosas que poderão ir a leilão em projeto de lei que ainda será enviado para a Câmara Municipal.


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   14/07/2021 em 19:59

    tem que vender mesmo, mania de enfiar as pessoas mais pobres “nos confins” da cidade, o caminho e construir núcleos pequemos , de 50 a 100 casas, próximo de onde essas pessoas já vivem, e não nos “cafundós do judas”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]