Primeira noite de desfiles em Bauru tem homenagens e tribo indígenas

Escrito por em 23/02/2020

Duas escolas de samba e quatro blocos carnavalescos desfilaram neste sábado (22) no sambódromo de Bauru, na primeira noite do Carnaval 2020.
A escola Mocidade entrou na avenida na madrugada deste domingo (23), com o enredo “Yuvakae – a criação do mundo segundo a cultura do povo Terena”. A Mocidade Unida de Vila Falcão entrou na pista com 400 componentes, um abre alas, quatro carros e seis alas para contar a história de quatro tribos com origem no povo Terena.

A Coroa Imperial da Grande Cidade também se apresentou ao público na madrugada deste domingo com enredo indígena. “A Terra Encantada de Kaapor”. A escola desfilou com 380 componentes, oito alas e três carros alegóricos.

Ainda na primeira noite de desfiles, os blocos carnavalescos, Dragões da Vila, Estação Primavera, Estação Primeiro de Agosto e Pé de Varsa alegraram o início das apresentações no Sambódromo de Bauru.
Dragões da Vila foi o primeiro bloco a desfilar na avenida, com cerca de 500 foliões, o grupo manteve o tema referente à preservação da natureza com o enredo “Do lixo para a vida, da vida para o luxo. Dragões navegando no mundo da reciclagem”.
Inspirado no maracatu, o samba enredo do bloco Estação Primavera entrou no Sambódromo por volta das 21h deste sábado (22), com cerca de 200 componentes, três alas e um carro alegórico.

Com 170 componentes, dois carros e cinco alas, a Primeiro de Agosto contou a trajetória de vida do mestre de bateria Orlando Francisco Costa através do samba enredo “Obrigada, Landinho: cavaleiro do samba”.

E por fim, o último bloco a se apresentar na noite de sábado foi o Bloco Pé de Varsa, que escolheu homenagear a saudosa banda Mamonas Assassinas, saindo na avenida com 500 componentes, quatro alas e três carros alegóricos.

Na segunda-feira (24), o Sambódromo recebe a segunda noite de desfiles, novamente às 19h30, com a abertura da Realeza. A noite segue com as apresentações dos blocos Império da Lagoa do Sapo (20h), Estrela do Samba de Tibiriçá (20h50), Ouro Verde 100% Arte (21h40) e Pérola Negra (22h30). Após um segundo cortejo, desfilam as escolas Tradição da Zona Leste (23h40) e Acadêmicos da Cartola (00h50).

Apuração
Quarta-feira (26) será o dia em que campeões do Carnaval 2020 serão conhecidos. A apuração dos desfiles dos Blocos e das Escolas será feita às 15h, no Centro Cultural “Carlos Fernandes Paiva”.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]