Professores afirmam terem sido coagidos a votar por período integral na escola Sbrissia

Escrito por em 23/09/2021

O processo de adesão da Escola Estadual Irmã Arminda Sbrissia ao Projeto de Escola Integral tem gerado constrangimento em alunos e professores. A revelação foi feita por representantes do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). A reportagem da 94FM recebeu relatos de que em uma reunião recente do Conselho de Escola, professores e alunos foram coagidos por agentes escolares a votarem a favor da implementação do projeto de tempo integral na referida escola. De acordo com a Apeoesp, com a aprovação do Programa, professores que permanecerem na escola e os cargos ligados a direção recebem 75% a mais em seus salários. O professor Marcelo Arnal relata que o processo não seguiu os trâmites legais.

Procurada, a Diretoria Regional de Ensino de Bauru informou que o processo de adesão da Escola Estadual Irmã Arminda Sbrissia atende aos requisitos constantes do documento orientador elaborado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, contendo o parecer da Diretora da Escola e a diretora substituta sobre a adesão ao Programa Ensino Integral, registros e evidências das consultas realizadas junto à comunidade escolar: professores, funcionários, alunos e pais ou responsáveis. A adesão dessa escola ao Programa de Ensino Integral segue em análise e o processo será finalizado nos próximos dias.


Opnião dos Leitores
  1. Andre Bastos   Em   24/09/2021 em 07:53

    Como pai, membro do conselho e também da APM da E.E. Irmã Arminda Sbríssia, posso garantir que não houve coação alguma, muito pelo contrário houve ampla discussão sobre o tema, todos os pontos foram muito bem esclarecidos e a democracia fora respeitada em sua plenitude.
    Infelizmente existem profissionais que não priorizam realmente a Educação e tentam criar falsas narrativas tentando denegrir a imagem de bons profissionais, estes que desejam formar uma sociedade verdadeiramente crítica e autônoma.
    Parabéns a toda equipe gestora do E.E. Irmã Arminda Sbríssia pela lisura, imparcialidade e democracia dentro deste processo. Agora espero que a PEI venha ser a realidade para nossa comunidade, pois nossas crianças, adolescentes e jovens merecem está oportunidade de poder finalmente ter uma Educação Plena.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]