Proposta de manutenção da avenida Elias Miguel Maluf segue em discussão na Justiça

Escrito por em 27/07/2021

Mesmo com um convênio firmado entre governo do Estado, prefeitura e D.E.R. desde 1968, para manutenção da avenida Elias Miguel Maluf, os ajustes necessários no trecho, seguem sendo discutidos na Justiça.
A situação vem sendo acompanhada pelo Ministério Público, desde março de 2019, quando o governo do Estado realizou audiência pública em Bauru, para discutir a concessão de diversas rodovias entre Piracicaba e Panorama, passando pela rodovia Bauru/Marília.
A Justiça deferiu recentemente um pedido de tutela de urgência feito pelo promotor de Habitação e Urbanismo, Henrique Varonez. A prefeitura recorreu, pedindo a retirada do município como ré na ação, com a inclusão da cidade como autora da ação. A Justiça negou o pedido feito pelo Município, conforme explica o promotor.

A preocupação com a segurança de motoristas e pedestres no trecho de acesso à rodovia Bauru/Marília, é geral. Em 2013, a arquiteta Andréia Ortolani doou um projeto de remodelação da avenida. O documento foi recebido pela prefeitura e o D.E.R.

Presidente da Federação da União das Associações de Moradores de Bauru, Jesus Adriano dos Santos, lembrou que já na audiência realizada em 2019, pode-se perceber a falta de apoio do governo do estado, em relação aos municípios.

Em junho de 2019, o D.E.R. instalou defensas metálicas, nas calçadas, impedindo o acesso à três residências e fechou várias ruas que davam acesso a três bairros. À época, o então prefeito Clodoaldo Gazzetta, determinou a retirada das defensas e a reabertura das ruas.


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   27/07/2021 em 16:57

    a população está descrente com políticos e a justiça, são mais de 50 anos de abandono e provavelmente mais 50 pela frente

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]