Quatro anos após rebelião CPP 3 será reformado

Escrito por em 06/05/2021

Mais de quatro anos após a rebelião no Centro de Progressão Penitenciária (CPP3) de Bauru, foi liberada o início da reforma no local. Em entrevista à 94FM, o coordenador das unidades prisionais da região noroeste do estado, Carlos Alberto Ferreira de Souza, revelou que, por meio de licitação pública, uma empresa já foi contratada pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), para fazer a reforma do telhado. Segundo ele, parte da reforma também será feita pelos detentos e espera que até início de 2022 as obras estejam avançadas.

O contrato da reforma do telhado do Centro de Progressão Penitenciária III “Prof. Noé Azevedo” de Bauru é de R$ 3,6 milhões.

Vale lembrar que, em janeiro de 2017, uma rebelião deixou o CPP 3 destruído após detentos colocarem fogo no prédio. Naquele dia 24, não houve mortos nem reféns, mas três agentes penitenciários ficaram feridos e alguns detentos foram recapturados.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]