Racionamento poderia ser evitado? Diretor da Sagra e Fórum Pró-Batalha trocam acusações

Escrito por em 16/09/2020

O início do rodízio do fornecimento de água, nos bairros abastecidos pelo rio Batalha, programado para esta quarta-feira (16), poderia ter sido evitado, caso medidas tivessem sido adotadas.

O Chefe da Seção de Recursos Naturais da Secretaria Municipal de Agricultura, Gabriel Guimarães Motta, lembra que a SAGRA vem desenvolvendo projetos de recuperação da bacia desde 2014, em parceria com o Fórum Pró-Batalha. No entanto, Gabriel afirma que o Fórum perdeu o foco no projeto e, três projetos estão parados por falta de prestação de contas do Fórum Pró-Batalha.

Para Gabriel Motta, que também é diretor-executivo do Fórum Pró-Batalha, a demanda é muito grande e, apenas o trabalho poderá reverter o atual quadro de desabastecimento na bacia, sem morosidade na prestação de contas.

O presidente do Fórum Pró-Batalha, o advogado Kláudio Cofani, também foi procurado pela reportagem da 94, para analisar a situação atual do rio Batalha, responsável pelo abastecimento de quase 40% da cidade. Cofani rebateu as afirmações do Chefe da Seção de Recursos Naturais da SAGRA, Gabriel Motta e, afirmou que toda a documentação foi enviada ao órgão fiscalizador do governo estadual, que não realizou a auditoria de campo nos últimos seis meses, por conta da pandemia, o que atrasou o pagamento de todos os projetos no Estado.

Para Kláudio Cofani, os ataques feitos pelo servidor da SAGRA, ocorrem pelo fato do Fórum ser contrário à ideia das duas últimas administrações municipais, a aquisição de áreas de cerrado.

O Fórum Pró-Batalha é uma Organização Não-Governamental, criada em 1.996, pelo então presidente do DAE, Eric Fabris, com o objetivo de buscar a recuperação do rio Batalha.

Em relação ao DAE, a autarquia, por conta da construção da Estação de Tratamento de Esgoto, precisa realizar a restauração ecológica de 42 hectares na bacia do Rio Batalha. O prazo para a realização dessa compensação, termina em outubro de 2024.


Opiniões dos leitores
  1. Selminha Rodrigues   Em   16/09/2020 at 16:16

    Todos nós sabemos que não é bem assim que funciona.
    Rodízio?
    É só p inglês ver….
    Ex: moro no Jardim Petrópolis há quase 30 anos .
    Todos os anos acontece a mesma coisa , já cheguei ficar uma semana sem uma gota d’água da rua.
    Hoje eu particularmente não tenho problemas , porque fiz sacrifícios e investi em caixas d’água, e ainda faço reaproveitamento de toda água da chuva .
    Mas desde sábado aqui na casa pelo menos não vem água da rua durante o dia.
    Isso sem o rodízio ….
    Agora que ele vai começar , imaginem como vai ficar….
    Abraços

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]