Reforma do Secretariado: Jabuti não sobe em árvore.

Por on 20 de março de 2019

A mudança prometida pelo prefeito Clodoaldo Gazzetta em Janeiro pode ter começado essa semana, após o pedido de exoneração do secretário de cultura Luiz Fonseca. Com vários secretários e titulares de empresas e autarquias sob questionamento, o prefeito pode aproveitar o momento e o clamor da Câmara Municipal por mudanças no primeiro escalão.

A tribuna do legislativo ontem parecia um jogral com o revezamento dos vereadores apontando onde e quem deveria ser mudado. Interessante é que os membros do legislativo parecem esquecer que quem indica tem responsabilidade. Mesmo que essa indicação não seja publicamente conhecida, os bastidores sabem exatamente quem colocou quem e onde.

Por isso, alguns discursos na tribuna chamam a atenção pelo nível de contundência nas críticas e na mesma medida pela hipocrisia. A transparência na administração pública deveria incluir também a origem dos indicados para ocupar cargos no executivo. A própria política ensina que jabuti não sobe em árvore. Se ele está lá, alguém o colocou.

Que tal tornar conhecidas as mãos que guindaram tantos quelônios aos galhos que compõem as secretarias e empresas municipais. Fico até imaginando a tribuna câmara onde vossas excelências poderiam questionar a incompetência dos apadrinhados uns dos outros abertamente.

Mas isso não vai acontecer. E o executivo ainda vai continuar sendo pressionado a mudar, seja pelo medo da visibilidade dos outros, seja pela incapacidade de quem não suporta a concorrência. Até por que, tudo isso acontece em função das próximas eleições. Oremos.

Foto: Reprodução/ Internet


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background