Região vive ‘explosão’ de casos Covid-19 e já preocupa secretário da Saúde em Bauru

Escrito por em 31/05/2021

O secretário municipal de saúde e vice-prefeito, Orlando Costa Dias, fez um alerta para o risco no aumento de casos e mortes por coronavírus nos próximos meses, diante da chegada de novas variantes do vírus. Segundo ele, apesar do número de contaminados ter sofrido queda em Bauru, a preocupação é com o aumento de casos nas cidades da região o que, diretamente, pode afetar o sistema de saúde bauruense.

Em entrevista à repórter Daiany Ferreira, ele revelou que já estuda a possibilidade de abrir 10 novos leitos de UTI Covid no Hospital das Clínicas. Para o secretário, “enquanto não vacinar toda a população, não existe tranquilidade”. Vamos ouvir:

Ainda de acordo com Dr. Orlando, o relaxamento do isolamento social é o que impacta na explosão de casos da Covid-19. O secretário também fez uma análise quanto à eficiência das testagens em massa.

A curto prazo, o secretário afirmou que aumentará a equipe de fiscalização para atuar em pontos estratégicos do município e coibir aglomeração.


Opnião dos Leitores
  1. GENIVALTER DAMASCENO   Em   31/05/2021 em 11:51

    Bom dia, quero deixar aqui minha opinião, a prefeitura não tem feito nada para coibir aglomerações, não existe uma campanha de conscientização sequer, radio, sites de noticias, tv, jornal, carro de som,absolutamente nada!, ontem a noite em um bar na região da vila Santa Luzia haviam seguramente mais de 100 pessoas aglomerando, bebendo e dançando , com som ao vivo e tudo que teria direito em condições normais!
    Essa tranquilidade a qual fala o Secretario é culpa das pessoas sim, mas o poder público não faz uma campanha como eu ja disse, e endurecer claro a fiscalização, falar é bonito, mas tem que fazer pesar a lei sobre quem erra, fiscalizar e fazer campanhas para informar, mostrar essas fiscalizações sendo realizados e punindo quem errar! não precisamos ensinar o Secretario que é médico a trabalhar é claro, ele com certeza deve saber o que deve fazer!

  2. Bruno Falante   Em   31/05/2021 em 12:17

    E essas Upas lotadas de casos banais ou crônicos ou mesmo adultos jovens que só não querem trabalhar? Já ouvi falar que 70% dos pacientes que passam numa segunda-feira é somente para tentar emendar o fim de semana, sem nenhuma doença ou coisas bem simples. Tudo para tentar descolar atestados. Assim muitos vão nas Upas por malandragem ou doenças crônicas sem nada grave e acabam ganhando um covid para espalhar ainda mais. Upa só deveria entrar pessoas realmente doentes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]