Secretaria de Saúde começa a vacinação para pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades

Escrito por em 11/05/2021

A Secretaria de Saúde vai começar nesta quarta-feira (12) a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas entre 55 e 59 anos com comorbidades. Antes de ir a uma unidade de saúde, a pessoa deve fazer o agendamento no site da Prefeitura de Bauru (www.bauru.sp.gov.br/agendamentovacinas), liberado desde o final da tarde desta terça-feira (11). Para esta etapa, o município recebeu 6.775 doses da vacina AstraZeneca/Oxford.

A vacinação para este público começa nesta quarta e ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF). Na unidade, a pessoa deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência e a comprovação de que possui uma das comorbidades definidas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde e pelo Estado como critério para tomar a vacina. A seguir, os documentos que servem como comprovante, e também a relação de comorbidades.

COMPROVANTES
Os Indivíduos pertencentes a esses grupos poderão apresentar qualquer comprovante que demonstre pertencer a um destes grupos de risco (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica etc.), desde que conste o CRM do (a) médico (a). Adicionalmente, poderão ser utilizados os cadastros já existentes dentro das unidades de saúde.

A comprovação correta e verídica da comorbidade é fundamental para a aplicação da vacina. No caso de pessoas em tratamento oncológico, deve estar em tratamento de quimioterapia ou radioterapia atualmente ou nos últimos seis meses.

As pessoas imunossuprimidas por outros tratamentos médicos devem apresentar a comprovação da patologia e da medicação utilizada. Já aqueles que possuem pressão alta devem ter hipertensão resistente, ou em estágio 3. As que tem hipertensão em estágio 1 ou 2 só tomarão a vacina se tiverem lesão em órgão-alvo ou outras comorbidades associadas.

RELAÇÃO DE COMORBIDADES

• Doenças Cardiovasculares
• Insuficiência cardíaca (IC)
• Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
• Cardiopatia hipertensiva
• Síndromes coronarianas
• Valvopatias
• Miocardiopatias e Pericardiopatias
• Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
• Arritmias cardíacas
• Cardiopatias congênitas no adulto
• Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
• Diabetes mellitus
• Pneumopatias crônicas graves
• Hipertensão arterial resistente (HAR)
• Hipertensão arterial – estágio 3
• Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
• Doença Cerebrovascular
• Doença renal crônica
• Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
• Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
• Obesidade mórbida
• Cirrose hepática

OUTROS PÚBLICOS

A vacinação de outros públicos continua em Bauru. As pessoas com 60 anos ou mais podem receber a primeira dose nas UBSs, USFs e no Promai, das 8h às 10h. Já as pessoas com Síndrome de Down e pessoas que passaram por transplante de órgão sólido e tomam imunossupressores, de 18 a 59 anos, podem receber a vacina nas UBSs e USFs, das 10h às 12h. Em todos esses casos, é necessário o agendamento no site da Prefeitura de Bauru.

Já as pessoas com doença renal crônica que fazem hemodiálise estão recebendo a vacina em seus locais de tratamento. As Secretarias de Saúde e Educação iniciou a segunda dose para profissionais de educação, na sede da Secretaria de Educação de Bauru.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]