Sesi Vôlei Bauru tem duas atletas campeãs sul-americanas Sub-20

Por on 22 de outubro de 2018

O Brasil manteve a hegemonia na América do Sul na categoria sub-20 feminino de voleibol. A seleção brasileira venceu a decisão do campeonato Sul-Americano contra as argentinas por 3 sets a 2 (25/23, 25/21, 25/27, 19/25 e 15/12), no coliseu Manuel Bonilla, em Lima, no Peru, na noite deste domingo, 21. A conquista, que fez o País se isolar ainda mais no número de títulos continentais com 20 e também garantir a vaga no Mundial sub-20 em 2019, no México, contou com a participação de duas atletas do Sesi Vôlei Bauru: a líbero Keyla e a oposta Dani Cechetto.

Dani e Keyla, que também encerrou a competição na seleção do campeonato, integram a equipe sub-19 do Sesi Vôlei Bauru comandada pelo técnico Rodolfo Henrique Ferreira, que se mostrou satisfeito com o resultado alcançado pelas atletas. “Fiquei muito feliz com a conquista da Seleção Brasileira e com a contribuição da Keyla e da Dani. A Keyla está na terceira temporada conosco e a Dani na segunda. É bom saber que estamos no caminho certo para termos cada vez mais atletas servindo à Seleção Brasileira”, ressaltou o treinador.

Já o treinador do time brasileiro, Wagner Copini, o Wagão, destacou o período de preparação da equipe e elogiou o desempenho do bloqueio do Brasil na partida final. Segundo o técnico, este fundamento é um dos pontos fortes das meninas, mas ainda estava devendo na competição.

“O jogo de hoje (ontem) foi ainda mais difícil e equilibrado do que prevíamos, mas superamos tudo isso. A Argentina é um time muito forte. Nosso bloqueio funcionou e foi fundamental para a vitória. As argentinas têm muito volume de jogo e isso dificultou nossas ações. A ansiedade também foi uma adversária a mais na partida e fez com que o confronto se alongasse. Trabalhamos três meses, sendo dois deles com esse grupo que veio para a competição. Elas trabalharam muito e foram merecedoras desta conquista, conseguiram se superar tanto no âmbito técnico como no psicológico”, analisou Wagão.

A seleção do campeonato contou com a oposta Jheovana (BRA), a levantadora Maria Mayer (ARG), as ponteiras Tainara (BRA) e Angelis Ligorria (ARG), as centrais Bianca Farriol (ARG) e Flávia Motes (PER) e a líbero Keyla (BRA). A levantadora argentina Maria Mayer também foi eleita a atleta mais valiosa.

A delegação brasileira no Sul-Americano em Lima foi composta pelas levantadoras Rose Nogueira e Nicole Drewick; as opostas Jheovana Sebastião, Kisy Nascimento e Daniela Cecheto; as ponteiras Beatriz Santana, Tainara Santos e Julia Bergmann; as centrais Laura Kudiess, Daniela Seibt e Larissa Besen; e a líbero Keyla.

Crédito: Divulgação/CBV


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background