Sindicato dos Servidores vai expor na Câmara a desvalorização salarial da categoria

Escrito por em 19/03/2021

O Sindicato dos Servidores de Bauru vai utilizar a tribuna da Câmara Municipal, na sessão ordinária de segunda-feira, para relatar a situação da categoria. Na tarde da última quinta-feira os representantes dos trabalhadores receberam a resposta da prefeita Suellen Rosim, de que não poderia conceder a reposição inflacionária, pedida pelo Sindicato.

Para o diretor jurídico do Sinserm, Francisco Martins, a Lei Complementar não se sobrepõe à Constituição, que garante a reposição inflacionária.

Apenas nos últimos três anos, o IPCA, índice oficial da inflação no país, medido pelo IBGE, apontou uma inflação de 13,66%, enquanto os servidores municipais, tiveram um reajuste, em 2019, de 2%.

Além da não reposição inflacionária nos últimos anos, os servidores municipais com salários mais baixos, também perderam 60 REAIS nos salários, que eram pagos como vantagem pessoal, após ação do Tribunal de Justiça. Além dessas perdas, existe, como citado pelo diretor do Sinserm, a possibilidade da ampliação do desconto da Funprev, dos atuais 11, para 14%.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]