Sinserm deve entrar com ação para manter alíquota previdenciária dos servidores

Escrito por em 04/03/2021

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bauru (Sinserm) deve ajuizar uma ação contra a União para manter a alíquota previdenciária dos servidores municipais em 11%. Quem afirma é o advogado do Sinserm, José Francisco Martins, em entrevista ao repórter Gabriel Pelosi. Vamos ouvir.

Já a prefeitura entrou com mandado de segurança para não precisar aumentar a alíquota previdenciária de 11% para 14%. O reajuste é necessário para que o município não perca o Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP), o que impede o recebimento de verbas federais.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]