Trabalhador precisa ter CPF regularizado para receber auxilio de R$ 600

Escrito por em 10/04/2020

Trabalhadores informais que desejam receber a primeira parcela de 600 reais, devem estar com o CPF regularizado para que o cadastro no programa de auxílio emergencial seja analisado. Se o documento estiver suspenso, por exemplo, é porque pode haver pendências na declaração do imposto de renda ou com a Justiça Eleitoral. Existem várias pendências que levam a irregularidades do CPF e a consequente reclamação de pessoas que não conseguem finalizar o cadastro para receber o auxílio do governo. Em alguns casos, a repórter Daiany Ferreira explica como é possível regularizar o documento.

Devido à pandemia da Covid-19, o atendimento presencial nas unidades da Receita Federal está sendo realizado APENAS de forma excepcional. Desde a última semana, a Receita Federal realiza o processamento online para regularizar os CPFs suspensos por pendências eleitorais, já que no atual momento, os cartórios eleitorais estão fechados por conta da pandemia.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]