Vereador pede individualização de leitura em residenciais do MCMV; Dívida com DAE é milionária

Escrito por em 20/07/2022

Departamento de Água e Esgoto precisa estancar as dívidas de condomínios de baixa renda, existentes na cidade. Essa é a opinião do vereador Marcos de Souza, citando a situação do residencial Santana, localizado no Mary Dota, que possui uma dívida ajuizada, superior a DOIS MILHÕES DE REAIS.

No sistema do Departamento de Água e Esgoto constam 19 empreendimentos do antigo programa “Minha Casa, Minha vida”, totalizando 5.120 unidades de apartamentos e 424 casas.

De acordo com Marcos de Souza, o residencial Santana já possui hidrômetros individualizados, mas o DAE possui uma resolução que não permite o acesso de seus servidores ao interior do condomínio.

A assessoria de imprensa do DAE informou que no caso do residencial Santana, o condomínio precisa realizar as adaptações dos cavaletes seguindo as normas do DAE para que a autarquia proceda a leitura individual. Não há uma previsão para essa adequação, uma vez que dependerá do condomínio realizar a adaptação.


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   20/07/2022 em 09:11

    enquanto isso os bons pagadores pagam pelos maus pagadores, eita Bauru dos ex prefeitos ambientalistas, nada funciona.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]