Vereadora Estela protocola medida judicial contra decreto de volta às aulas

Escrito por em 25/01/2021

No dia seguinte à publicação no Diário Oficial do Município do decreto que anunciava a retomada das aulas presenciais em Bauru, a vereadora Estela Almagro divulgou um comunicado informando que protocolou uma medida judicial contra o decreto.

Segundo ela, a medida visa a imediata suspensão de todas as atividades pedagógicas, acadêmicas e administrativas em razão da falta de segurança para alunos professores e funcionários de escolas durante a pandemia da Covid-19.

Na última quinta-feira, um grupo de 14 vereadores entregou um manifesto referente à volta às aulas para Suéllen, antes que a prefeita publicasse o decreto.

No documento, eles se diziam ser favoráveis ao retorno das aulas, desde que os profissionais da Educação fossem incluídos no grupo prioritário de vacinação.


Opnião dos Leitores
  1. Tadeu   Em   25/01/2021 em 12:06

    Esses professores são todos vagabundos , preguiçosos , não querem saber de trabalhar e ficam atrasando a educação… por serem concursados e terem estabilidade querem ficar em casa ganhando dinheiro sem trabalhar

  2. Pamela Candido   Em   25/01/2021 em 13:35

    Como que um país como o Brasil não consegue se adequar e aprender/seguir as regras de higienização, não é um momento bom pra nada, porém temos que nos adequar a realidade, e a escola pode ajudar isso e muito, é um lugar onde as normas e regras são de fatos aplicadas, podemos ensinar nossos pequenos desde agora como proceder em um momento como esse, as crianças cumprem as regras impostas, diferente dos adultos. È uma oportunidade para que essa geração de agora mude o futuro com pequenas atitudes, com disciplina, aprendendo a manter o distanciamento, usando mascara, lavando as mãos e usando alcool em gel evitaremos não só a covid mas muitas doenças.

  3. Jeanne Déll   Em   25/01/2021 em 21:23

    Sob pretexto de uma suposta preocupação com funcionários e professores a vereadora presta um deserviço a população. Um povo analfabeto é mais fácil de dominar, não é mesmo? Acorda Bauru.

  4. Kleber   Em   25/01/2021 em 22:36

    E PT…sempre defendendo a mamata de funcionários públicos. Porque não protocola um pedido exigindo aparelhar as escolas com todas as mais eficazes medidas de segurança? Os funcionários voltariam ao nobre dever de ensinar sem correr riscos.

  5. Irene dos Santos Souza   Em   26/01/2021 em 06:54

    Discernimento: NÃO À VOLTA ÀS AULAS! SEM QUAISQUER ESTRUTURAS PARA ASSEGURAR A SAÚDE DE ALUNOS, PROFESSORES E DEMAIS FUNCIONÁRIOS! AINDA NÃO DEU TEMPO DA PREFEITA ORGANIZAR A CIDADE DE BAURU, UMA VEZ QUE O EX SÓ DEIXOU LACUNAS!

  6. Eliziane aparecida Ramos Machado   Em   26/01/2021 em 08:37

    Mas essa.deputada vá achar oqe fazer vai dias umas cestas básica as pessoas vai cuidar das crianças qe estão sendo abusadas qe andam pelas rua tem qe volta estudar sim chega disso pra festa pode olha os réveillon mas praias como foi e as aulas paradas qe isso por isso qe somos pais de quinta categoria por pessoas assim desse jeito

  7. Darci Teodoro de Lima Neto   Em   26/01/2021 em 09:27

    Meu todas atividades voltaram, nós vemos criança em restaurantes, shoppings, festas privadas, porque a educação tem que esperar mais? Essa Vereadora está de brincadeira, até quando as nossas crianças vão pagar pela falta de consciência dos adultos.

  8. Angela Maria Fernandes custodio   Em   26/01/2021 em 10:48

    E isso mesmo estou com você Estela como vamos mandar nosso filho pra escola nesses caos que está os hospitais

  9. Gillian Cristina Rodrigues   Em   26/01/2021 em 20:12

    Sou totalmente a favor das voltas as aulas.
    E tbem do comércio e demais frentes de trabalho.
    Queria saber da digníssima vereadora Estela Almagro, se ela não recebesse seu salários a quase uma ano oq ué ela faria??De umas voltas nas periferias de nossa cidade e veja as condições que crianças e adolescentes se vencontram. Aglomerados, sem uma alimentação saudável e vivenciando todo tipo de violência física, psicologica e moral. Pelo menos no período em que ficam nas escolas estão livres de todos tipos de agressões.

  10. Gillian Cristina Rodrigues   Em   26/01/2021 em 20:21

    Pergunto a nossa digníssima Estela Almagro se ela estivesse a quase um ano sem receber seu salário, se ela seria contra abertura do comércio e de outra frentes de trabalho. E contra volta as aulas.De um carinhada nas nossa periferias e veja com estão nossas crianças né adolescentes.,aglomerados, vivenciando todo tipo de violencias físicas, psicológicas e morais, e sem uma al mentação saudável, para fortalecer o wiwt na imunologico.

  11. Gillian Cristina Rodrigues   Em   26/01/2021 em 20:30

    Digníssima Estala Almagro, se vc estivesse a quase um ano sem receber seu salário, vc. seria contra a abertura do comércio e de outras frentes de trabalho??
    De um a passadinha nas periferias de nossa cidade e veja com está nossas crianças e adolescentes… aglomerados,expostos a toda os tipos de violência.fisica, psicologica e moral.Vivnciando a dura realidade de suas vidas. Pelo.menos na escola esquecem por um período a dura realidade de suas vidas, e recebem uma alimentação saudável para ajudar no fortalecimento de sua imunidade.

  12. Gillian Cristina Rodrigues   Em   26/01/2021 em 20:45

    Digníssima Estala Almgro, gostaria de saber o qu faria se ficasse a quase um ano sem receber seu salário.
    E de um voltinha na periferia de nossa cidade praver com está nossas crianças e adolescentes, aglomerados,expostos a todo tipo de violencias,fisica, psicologica e moral..E. Sem receber uma alimentação saudável que fortalece o nosso sistema imunologico.

  13. Simone Cristina Altafim   Em   28/01/2021 em 08:10

    Parabéns vereadora, a excelentíssima prefeita está passeando em Brasília, puxando o saco do bozo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]