Você pode não gostar do piloto, mas o avião é bom

Por on 6 de fevereiro de 2020

Analisando o ambiente econômico brasileiro e as variáveis macroeconômicas, é possível concluir que o Brasil manterá o crescimento econômico, podendo atingir este ano o dobro do desempenho do ano passado.

Evidentemente que o olhar macroeconômico é geral, como se fosse uma floresta. Nem sempre uma floresta tem somente árvores sadias e por mais exuberante que pareça, nem todos que usufruem da riqueza desta floresta terá os mesmos resultados. Os agentes econômicos não apuram resultados de maneira uniforme. Um setor pode obter desempenho melhor do que outro e isso não depende de o País estar ou não patinando, é a realidade de quem empreende.

Isso posto, considerando que há muitos críticos em relação a postura e forma de governar do Presidente da República Jair Bolsonaro, o que é possível dizer a estes que possuem esta visão crítica é: você pode não gostar do piloto, mas o avião é bom.

Muitos até falam que não é porque não gosta do piloto que deve desejar que o avião caia. Na prática penso que acima de preferência partidárias e até de ideologias, exceto os que querem o pior para se aproveitarem da miséria alheia, há consenso que se o Pais observar crescimento econômico, tendo controle inflacionário, com responsabilidade fiscal, dentro de um ambiente de negócios favorável, o grosso da população será favorecida.

Ainda não temos os dados consolidados do fechamento do desempenho econômico do ano passado. Temos dados setoriais e a realidade é semelhante a descrita acima: alguns setores da economia foram bem, outros nem tanto, como foi o caso do setor industrial, mesmo ocorrendo distorções, a economia brasileira dá sinais claros que o modelo econômico adotado pelo Ministro Paulo Guedes, com aval do Presidente Bolsonaro, está na direção correta.

Os empresários estão confiantes. O emprego começa a voltar. Os juros estão em queda. Os consumidores começaram a tirar o pé do freio, e desconsiderando influências externas, a mais recente envolvendo o coronavirus (não se sabe o quanto isso mexerá no desempenho da economia mundial), não há porque não acreditar que a economia voltará a crescer.

Isso não quer dizer, insisto, que será uniforme, e tampouco que conseguiremos recuperar o tempo perdido, mas simplesmente negar que algo positivo está no ar, somente porque não tem afeição a quem comanda o País, é praticar um individualismo condenável.

Sabemos que a economia é dinâmica, como colocado, há variáveis incontroláveis que podem sim retardar o crescimento mais vigoroso da economia, mas deixar de realizar uma leitura positiva do ambiente econômico, é viver fora da realidade.

Não precisa gostar do piloto, mas o avião é bom e não torça para que ele caia. A economia indo bem, todos ganhamos.


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background